Monthly Archives: janeiro 2022

Leia um trecho de Os Mistérios de Paris em Buenos Aires – O Espetáculo da Leitura Popular, de Hernán Pas, presente na revista LIVRO 9/10

No Blog da Ateliê, vamos apresentar trechos dos textos dos autores e autoras que fazem parte do novo número duplo da Livro – Revista do NELE (Núcleo de Estudos do Livro e da Edição/USP). , que foi lançada em dezembro pela Ateliê Editorial.

Livro – a Revista é uma publicação do NELE (Núcleo de Estudos do Livro e da Edição), da USP, juntamente com a Ateliê Editorial. É um fórum aberto à reflexão, ao debate e à difusão de pesquisas que tem na palavra impressa seu objeto principal.

Leia um trecho de Os Mistérios de Paris em Buenos Aires – O Espetáculo da Leitura Popular, de Hernán Pas, tradução de Claudio Giordano:

O desenvolvimento mundial das novas tecnologias da imprensa a partir da década de 1830 – principalmente a litografia, invenção do dramaturgo bávaro Alois Senefelder, que se expandiu primeiro na Inglaterra e em seguida na França em princípios do século, e o folhetim, na novel modalidade imposta em meados dessa década por La Presse de Émile de Girardin –, propiciou progressiva expansão da leitura, cuja demanda, em linhas gerais, viu-se estimulada por dois formatos específicos: o periódico e o romance folhetim. ¶ A combinação de ambos os formatos através de variações narrativas bem-sucedidas gerou os primeiros best-sellers da literatura industrial, como o definiu precocemente Charles Agustin Sainte-Beuve. Industrial, mas acima de tudo mundial, posto que a expansão destes romances extravasou os limites geográficos e impulsionou uma parafernália diversificada de apropriações transnacionais, fenômeno – o da “mundialização literária” – analisado recentemente por vários críticos e pesquisadores europeus e latino-americanos.