Daily Archives: 20/09/2021

Editor completo, por Plinio Martins Filho

Jacó Guinsburg

Jacó foi um editor completo, vivia 24 horas por dia o seu ofício e seu catálogo é o seu grande livro. Acompanhava todas as etapas da vida e da edição do livro, traduzia, revisava, preparava os paratextos pessoalmente e nada lhe escapava. Aprendi a preparar textos acompanhando as mudanças que ele fazia para melhorá-los e anotava as principais correções em um caderninho.

Era o homem-letra, o homem-livro, com quem tive a honra de conviver diariamente por dezoito anos seguidos. Comecei na Perspectiva com 21 anos. Na época, eu era um analfabeto funcional cursando o 2º Colegial e Jacó me deu a oportunidade de aprender, e para mim isto é tudo. Como diz Rosângela Patriota, na apresentação do livro Digitais de um Editor, “Jacó Guinsburg foi um homem de palavras e de cultura. Seu universo se constitui de livros e de pessoas capazes de levar adiante temas e questões que possam contribuir, por mínimo que seja, em tornar nossa existência um pouco mais digna e gentil”.

Sou uma das pessoas que teve o privilégio de conviver e aprender em ele. Como professor jamais chegarei perto de tamanha erudição, como editor procuro ser um bom discípulo.

Os livros agradecem, os leitores agradecem, a cultura agradece. Obrigado, Jacó!

Plinio Martins Filho

20 de setembro de 2021

JACÓ GUINSBURG, 100 ANOS

Editor, professor, crítico, ensaísta e humanista, Jacó Guinsburg nasceu em 1921 em Riscani, na Bessarábia. Recebeu, entre outros prêmios, o Mambembe de Teatro e o de Mérito Intelectual Judaico. Foi editor e diretor da Perspectiva. Faleceu em 21 de outubro de 2018, aos 97 anos.


Para celebrar o centenário desse grande nome da editoração, a Ateliê também teve a honra de editar e publicar algumas das obras de Jacó Guinsburg. Confira abaixo:

O que aconteceu, aconteceu

Os contos deste volume tratam do mundo judaico em sua diversidade e complexidade. Guinsburg capta a graça e o humor das narrativas tradicionais, reunindo experiências de imigrantes e recuperando as formas de diálogo dos judeus que aqui chegaram. Os textos são verdadeiros documentos de época, trazendo à tona memórias da cidade de São Paulo e da história política brasileira. A obra também foi publicada em francês pela editora Caractères, com o título Ce qui est arrivé, est arrivé.

Jogo de Palavras

“Digo sem hesitar que Jacó Guinsburg não é um poeta! Nem um reles ‘poetastro’, como brinca em ‘Justiça Celeste’, um dos poemas presentes nesta publicação. Jacó está mais para uma galáxia onde orbitam memórias, feitos, livros, poemas, pessoas…” [Roberta Estrela D’Alva]

Diderot – O Espírito das “Luzes”

Por que Diderot foi tão importante para a filosofia, a política e a ciência moderna? Este livro responde essa pergunta com um completo relato da vida desse pensador, que foi o representante máximo do racionalismo francês. Guinsburg descreve a história pessoal de Diderot e os detalhes de sua atuação no movimento Iluminista. Além disso, analisa as obras, as ideias e a realidade sociopolítica da época em que viveu o “pai da Enciclopédia“.

Livros, Editoras & Projetos

Esta obra reúne depoimentos de quatro editores, todos eles professores da USP: Jacó Guinsburg, Jerusa Pires Ferreira, Plinio Martins Filho e Maria Otilia Bocchini. Resulta de um encontro entre profissionais, docentes e pesquisadores realizado em 1988 na Universidade Federal do Paraná. Com registros de prática profissional, pesquisa e docência, Livros, Editoras & Projetos apresenta uma interessante síntese entre o conhecimento gerado na Universidade e a atuação no mercado editorial.