Daily Archives: 24/05/2022

Ateliê Editorial e Editora Mackenzie publicam a obra ‘Bíblia, Literatura e Recepção’, organizada por João Leonel

Ateliê Editorial e Editora Mackenzie publicam a obra Bíblia, Literatura e Recepção, organizada pelo teólogo e professor João Leonel. O livro é fruto de projeto de pesquisa financiado pelo Fundo Mackenzie de Pesquisa (MackPesqueisa) e desenvolvido pelo programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Presbiteriana Mackenzie (UFM). A obra já está à venda no site da Ateliê Editorial (Clique aqui).

Segundo Leonel: “Este livro, de modo particular, traz grande satisfação aos pesquisadores e estudantes ligados ao projeto. Primeiro, por demonstrar, de forma concreta, que a pesquisa sobre a Bíblia, seja em sua abordagem literária, seja em seu diálogo com a literatura, ou nas variadas formas de sua recepção, é uma realidade em contexto nacional neste momento, para qual temos a alegria de contribuir”.

Distribuído em três partes – I. Bíblia como Literatura, II. Bíblia e Literatura, III. Bíblia e Recepção – o livro apresenta, além de Leonel, textos dos autores e pesquisadores Anderson de Oliveira Lima, Júlio Paulo Tavares Mantovani Zabatiero, Suzana Chwarts, Ricardo César Toniolo, Thiago Mio Salla, Alex Villas Boas, Cristhiano Aguiar, Thiago Cavalcante Jeronimo, Paulo Augusto de Souza nogueira, Bert Jan Lietaert Peerbolte, Jonathan Luís Hack, Angela Parchen Rasmussen, Paula Almeida Mendes e Carmen Yebra Rovira.

A escritora, professora e pesquisadora, Marisa Midori Deaecto, no prefácio intitulado O Livro entre Nós, destaca: “Os capítulos reunidos nesse belíssimo livro, organizado por João Leonel, abrem novas veredas para essa questão aparentemente insolúvel da fé e da fruição por meio da leitura bíblica. Ou, melhor dizendo, da palavra que assume a vocação salvacionista, capaz de conduzir o leitor/ouvinte a uma experiência mística, embora não se descuide de seu valor estético”. Já a historiadora Carolina Bednarek apontou: “Este é um livro sobre diversos livros que, envolvido por uma mesma capa, formam um dos volumes fundamentais de nossa cultura, quer como escrita sagrada, quer como título de maior reprodução e circulação”.

João Leonel possui graduação em Teologia pelo Seminário Presbiteriano do Sul e em Letras pela Universidade Metodista de São Paulo, mestrado em Ciências da Religião com concentração em Bíblia, pela Universidade Metodista de São Paulo, doutorado em Teoria e História Literária pela Universidade Estadual de Campinas, pós-doutorado em História da Leitura pelo Centro de História da Leitura pelo Centro de História da Cultura da Universidade Nova de Lisboa, Portugal. É professor no Seminário Presbiteriano do Sul e na graduação e pós-graduação em Letras, na Universidade Presbiteriana Mackenzie (atuando na linha de pesquisa: Literatura e Discurso Religioso). Coordena o Núcleo de Estudos Bíblia e Literatura (NEBIL, CNPq). Autor dos livros História da Leitura e Protestantismo Brasileiro (2016); Mateus, o Evangelho (2013); Bíblia, Literatura e Linguagem (2011, com Júlio Zabatiero), entre outros.

Sesc Consolação realizada bate-papo sobre livrarias de rua de São Paulo 

No dia 25 de maio quarta-feira, às 19h, no Sesc Consolação, na Sala ÔMEGA (oitavo andar da unidade), acontece uma conversa sobre o mercado editorial e como administrar uma livraria de rua em São Paulo. O encontro conta com as presenças de Marcos Benuthe, da Ria Livraria, Fernanda Diamant, da Megafauna, Cecília Arbolave, da Banca Tatuí, Johanna Stein, da Gato Sem Rabo, e mediação do jornalista e editor Leonardo Neto. O Sesc Consolação fica localizado na rua Dr. Vila Nova, 245 – Vila Buarque, São Paulo – SP.


– Marcos Benuthe, idealizador da Ria Livraria, na Vila Madalena, que apresenta obras selecionadas por escritores e escritoras que frequentam o lugar;


– Fernanda Diamant, uma das idealizadoras da Megafauna, localizada no térreo do Copan, um dos edifícios mais icônicos do centro de São Paulo, tem como uma de suas idealizadoras. Nasceu em 2020 com a proposta de ampliar a ideia de livraria como um espaço de reflexão, curadoria e criação de conteúdo;


– Johanna Stein, fundadora da livraria independente Gato Sem Rabo, especializada em livros escritos por mulheres, pessoas trans e travestis. Formada com Bacharelado em Artes Visuais (FAAP), trabalhou em projetos que visavam democratizar a cultura na cidade de São Paulo. Hoje atua como pesquisadora responsável pela curadoria do acervo da livraria e comunicação;


– Cecília Arbolave, idealizadora da Banca Tatuí, um espaço de publicações independentes no centro de São Paulo, criado pela editora Lote 42 em outubro de 2014.


Leonardo Neto (mediador): é jornalista e tem mais de quinze anos de experiência em comunicação corporativa e assessoria de imprensa. De 2014 a 2022, foi editor-chefe do PublishNews, o maior portal de informações e de notícias sobre o mercado editorial brasileiro.