Daily Archives: 12/11/2021

Conheça ‘Em Busca do Paraíso Perdido: As Utopias Medievais’, novo livro do historiador Hilário Franco Júnior

Em Busca do Paraíso Perdido: As Utopias Medievais, novo livro do premiado historiador Hilário Franco Júnior, uma parceria Ateliê Editorial e Editora Mnêma, está com preço especial de lançamento durante todo o mês de novembro. DE R$180,00 >>> POR R$102,60

CLIQUE AQUI

O monasticismo, a teocracia papal, o milenarismo, o império do Preste João, a Magna Carta, o país de Cocanha, as comunidades heréticas, o reino do Graal, a Roma de Cola di Rienzo, a comunidade florestal de Robin Hood, a Florença de Savonarola e tantos outros fenômenos históricos e literários medievais exerceram influências duradouras, que merecem ser melhor conhecidas. Mas na análise deles quase sempre falta um elemento essencial – sua condição de utopias.

Há, de fato, clara hesitação historiográfica quanto à pertinência de aplicar à Idade Média o conceito de utopia. Este é muitas vezes reduzido a um gênero literário que seria nascido com Tomás More, não sendo válido para os séculos anteriores. Uma discussão conceitual cuidadosa, realizada na Primeira Parte deste livro, indica, porém, que as relações entre a palavra e a coisa são mais complexas que isso, e sugere a necessidade de matizar, se não revisar, a noção de gênero literário utópico.

Na Segunda Parte, o leitor é encaminhado para diversas utopias medievais, vistas não separadamente, como num repertório, mas descritas, analisadas e cruzadas por suas características. Esse reagrupamento temático permite propor uma tipologia, e nela estudar as conexões e oposições entre os tipos utópicos, alcançando assim uma melhor compreensão do significado dos “sonhos coletivos” para aquela época.

Um último passo é dado nessa direção a Terceira Parte, onde se identifica o material essencial utilizado pelos pensadores, escritores, poetas, cronistas e artistas medievais na elaboração de suas utopias – a rica, ampla e diversificada tradição sobre o Éden, erudita e popular, textual e iconográfica, latina e vernácula, ortodoxa e herética.

A partir desse amplo estoque de fontes primárias e de trabalhos oriundos de diferentes ciências humanas, este requintado estudo de história das ideias, da sociedade e da sensibilidade coletiva demonstra que para a Idade Média (e em certa medida também para períodos posteriores) utopias é reflexão ou ação que pretende funcionar como sucedâneo do Paraíso terreno.

O AUTOR

HILÁRIO FRANCO JÚNIOR é professor de pós-graduação de história social na Universidade de São Paulo. Obteve o pós-doutorado em história medieval na École des Hautes Études en Sciences Sociales, na França. Recebeu dois prêmios Jabuti. Tem diversos livros publicados, sempre focando temas medievais. Publicou pela Ateliê Dante – O Poeta do Absoluto e Cocanha – Várias Faces de uma Utopia.