Inspirado em clássico do cinema, projeto Fitzcarraldo leva o vocabulário nheengatu à Amazônia

Werner Herzog criou um espetáculo de imagens impressionante quando filmou a aventura real de Brian Sweeney Fitzgerald, cujo desejo era construir um teatro na Amazônia. Fitzcarraldo, o filme, inspirou o Projeto Fitzcarraldo, do jornalista Oliviero Pluviano, que leva música, cinema, livros e cultura  para os índios da floresta Amazônica, a bordo do barco-gaiola Gaia.

O Gaia, que navega pela Amazônia

O projeto, que começou em 2011, já visitou mais de 30 comunidades, com o apoio de leis de incentivo e de patrocinadores como a Bauducco. O Gaia foi transformado em um barco-cinema e atende a demandas das populações locais, com a entrega de insumos necessários ali. Até mesmo a seleção italiana de futebol já foi a Manaus, em 2014, com o projeto.

Em 2020, mais uma novidade desembarca do Gaia: exemplares do Vocabulário Português-Nheengatu – Nheengatu-Português serão doados às comunidades indígenas que ficam as beiras do Rio Arapiuns. Um calendário, ilustrado com as igrejinhas da região e com trechos do etnógrafo ítalo-brasileiro, Ermanno Stradelli, autor do dicionário, também será distribuído.

 O Nheengatu é uma variante do Tupi, falada por mais de 30 mil índios da região amazônica. É uma espécie de “língua geral”, desenvolvida pelos jesuítas entre os séculos XVI e XVII para que pudessem se comunicar com os índios. Em 1758, o Marquês de Pombal impôs o português como única língua, proibindo o uso do nheengatu e outras línguas indígenas, que entretanto, continuaram a ser faladas.

O Vocabulário Português-Nheengatu – Nheengatu-Português, de Ermano Stradelli, tem uma grande relevância linguística, sociológica e antropológica. Stradelli, que morou na região Amazônica, era fluente na língua geral e recolheu um vocabulário vivencial da língua nheengatu. O volume traz o nheengatu como língua dinâmica, que ainda é falada na região.

Mas, você não precisa ir até a Amazônia para conhecer essa língua indígena que resistiu aos séculos. Ele está à venda no site da Ateliê:  https://www.atelie.com.br/livro/vocabulario-portugues-nheengatu/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *