Eventos

Marcelino Freire e Lirinha batem papo sobre música e poesia

José Paes de Lira (Lirinha) e Marcelino Freire se encontrarão no próximo sábado para um bate-papo sobre poesia e música. No evento Parcerias: a Voz da Poesia, poetas e compositores conversam e tocam poemas musicados. O evento acontece na Biblioteca Alceu Amoroso Lima e a entrada é franca. [mais informações]

Marcelino Freire é um dos mais criativos autores da nova geração e começou a publicar pela Ateliê Editorial. Publicou Angu de Sangue, EraOdito, BaléRalé e organizou Os Cem Menores Contos Brasileiros do Século.

José Paes de Lira (ou Lirinha) é mais conhecido como membro do grupo Cordel do Fogo Encantado, onde atua como vocalista, percussionista e compositor. Compôs trilhas para teatro e cinema, e ganhou em 2007 o prêmio de melhor compositor pela APCA. Sua estreia no teatro aconteceu com o espetáculo solo, baseado no livro Mercadorias e Futuro. Trata-se da história do vendedor de livros Lirovsky, cuja tarefa é “vender poesia, vender o sublime, pregoar o invisível, botar preço no que não tem preço”.

Senac promove pré-estreia de videodocumentário sobre fotojornalismo

O Senac promove a pré-estreia gratuita do videodocumentário Páginas Ilustradas, de Ana Raquel Merighi, Marion Dória e Nathália Cunha, dia 10 de junho no auditório da unidade Santana, às 19h. Após a sessão, haverá um debate aberto ao público sobre fotojornalismo. É necessário fazer inscrição antecipada na própria unidade ou pelo site www.sp.senac.br/santana.

Páginas ilustradas é uma produção inédita sobre os fotojornalistas de jornais impressos diários, que retrata o perfil do profissional ao mostrar a sua rotina, muitas vezes, imprevisível. O documentário não trata de questões técnicas, mas transmite uma visão humanizada dos fotojornalistas, pois destaca as particularidades de cada um dos quatro personagens principais, dois fotógrafos da Folha de S.Paulo e dois do Estadão, respectivamente, Mastrangelo Reino, Letícia Moreira, Paulo Pinto e J. F. Diório. A peça também traz reflexões sobre as tendências da profissão diante da democratização dos meios de produção de imagem. [Blog Páginas Ilustradas]

.

Trilogia teórica de Boris Kossoy

O livro Os Tempos da Fotografia complementa a trilogia teórica de Boris Kossoy, iniciada respectivamente com Fotografia & História (1989, 2001) e Realidades e Ficções na Trama Fotográfica (1999, 2000, 2002), títulos esses desta mesma editora.

A desmontagem da informação é a meta a que o autor se propõe nos livros que compõem a sua trilogia. Retoma questões abordadas nos livros anteriores como a reconstituição do processo que deu origem ao documento fotográfico, com o objetivo de determinar a “ocorrência do fato e a gênese do documento”.

O efêmero e o perpétuo estão na base de suas reflexões sobre imagem e memória. Um constante exercício de rebatimentos entre a representação e o fato, o aparente e o oculto, o documento e a memória. Reflexões instigantes que vêm, certamente, contribuir para o debate sobre a fotografia. [Release]


Adoniran Barbosa será homenageado na Virada Cultural 2010

João Rubinato, o Adoniran Barbosa, faria100 anos em 6 de agosto. Apesar de faltar meses para o centenário de Adoniran, a banda Velhas Virgens aproveitará a Virada Cultural neste final de semana, para fazer um tributo a ele. A Virada tem tudo a ver com este ícone paulistano – cultura, povo e a própria cidade de São Paulo.

O show vai acontecer dia 16, às 03h30 da madrugada do sábado para o domingo, no palco do rock da Virada Cultural, localizado na Av. São João, perto da Rua General Osório.

Programação da Virada Cultural

Livro do centenário de Adoniran

Conheça mais sobre a banda Velhas Virgens

Congresso Internacional de Semiótica

Esta semana acontece o IV Congresso Internacional da Associação Brasileira de Estudos Semióticos (ABES), evento que reúne pesquisadores das diversas áreas do conhecimento que utilizam a semiótica como disciplina fim ou de mediação em sua produção.

Dentre os participantes, estarão neste evento…

Luiz Tatit – fará no dia 03 de maio uma sessão de autógrafos em lançamento do livro Semiótica à Luz de Guimarães Rosa.

Décio Pignatari – poeta, escritor, ensaísta, semioticista, professor, tradutor e autor de alguns títulos publicados pela Ateliê, como o Semiótica & Literatura e Semiótica da Arte e da Arquitetura.

Vinte anos de CEP 20.000

Aniversário de vinte anos do CEP (sigla para Centro de Experimentação Poética), é destaque esta semana no caderno Prosa & Verso do jornal O Globo. O grupo começou com os poetas Chacal e Guilherme Zarvos, em 1990. Hoje, o CEP 20.000 é conhecido como o mais tradicional encontro de escritores, músicos, atores e aspirantes.

O livro Branco sobre Branco foi citado na matéria “Duas décadas em uma página”. Trata-se de uma reunião de memórias, feita pelo Guilherme Zarvos, que tem a intenção de resumir no livro, esses vinte anos do CEP 20.000.

Clique nas imagens para ler a matéria:

CEP 20.000 no O Globo, p.1 CEP 20.000 no O Globo, p.2 CEP 20.000 no O Globo, p.3

Conversa com Guto Lacaz – inveja, vergonha e medo

Você está convidado a participar da Conversa com Guto Lacaz, autor de Desculpe a Letra.

Sábado, dia 8 de maio de 2010, às 15 horas
Realização da APAP-SP e do Lugar Pantemporâneo
(entrada franca)

Av. 9 de Julho, 3.653, Jardins, São Paulo – SP
(estacionamento terceirizado no subsolo)

Outras informações em www.pantemporaneo.com.br

Guto Lacaz é artista plástico, ilustrador, designer, cenógrafo, desenhista e arquiteto. Participou dos eventos SKY ART, na USP (1986), e Water Work Project, Toronto, Canadá (1978). Lecionou comunicação visual e desenho de arquitetura na Faculdade de Artes Plásticas da PUC/Campinas.