Mês: julho 2023

LANÇAMENTO: ‘As Paisagens da Escrita e do Livro’, de Frédéric Barbier, da Coleção Bibliofilia

LANÇAMENTO: ‘As Paisagens da Escrita e do Livro’, de Frédéric Barbier, da Coleção Bibliofilia

A Ateliê Editorial junto com a Edições Sesc estão lançando cinco obras da Coleção Bibliofilia, uma delas é As Paisagens da Escrita e do Livro, de Frédéric Barbier – escrito especialmente para a coleção -, com tradução de Elisa Nazarian. A obra é o volume de número quatro da coleção e está com o preço de R$96,00 podendo ser adquirida no site da Ateliê Editorial (clique aqui). Em As Paisagens da Escrita e do Livro, de Frédéric Barbier, o leitor é convidado a empreender uma longa viagem através da Europa, da planície de Peste à Península Ibérica; das cidades alemãs do…

LANÇAMENTO: ‘As Bibliotecas Particulares do Imperador Napoleão’, de Antoine Guillois, da Coleção Bibliofilia

LANÇAMENTO: ‘As Bibliotecas Particulares do Imperador Napoleão’, de Antoine Guillois, da Coleção Bibliofilia

A Ateliê Editorial junto com a Edições Sesc estão lançando cinco obras da Coleção Bibliofilia, uma delas é o volume: As Bibliotecas Particulares do Imperador Napoleão, de Antoine Guillois, com tradução de Geraldo Gerson de Souza. A obra é o volume de número oito da coleção e está com o preço de R$71,00 podendo ser adquirida no site da Ateliê Editorial (clique aqui). Em As Bibliotecas Particulares do Imperador Napoleão, o autor compõe um retrato bastante original e pouco conhecido de uma figura épica. E que jamais descuidou das leituras e dos livros, mesmo (ou, talvez, sobretudo) nos momentos mais inglórios…

Ateliê Editorial e Edições Sesc lançam cinco novos volumes da Coleção Bibliofilia

Ateliê Editorial e Edições Sesc lançam cinco novos volumes da Coleção Bibliofilia

A Ateliê Editorial junto com a Edições Sesc estão lançando cinco obras da Coleção Bibliofilia: Bibliofilia e Exílio, de Mikhail Ossorguin, A Vida Notável e Instrutiva do Mestre Tinius, de Johann Georg Tinius, Os Admiradores Desconhecidos de “La Nouvelle Héloise”, de Daniel Mornet, As Paisagens da Escrita e do Livro, de Frédéric Barbier, e As Bibliotecas Particulares do Imperador Napoleão, de Antoine Guillois. Os textos foram traduzidos pela primeira vez no país, as capas são artesanais, coladas uma por uma com serigrafia inédita e confeccionadas pela Casa Rex (Gustavo Piqueira e Samia Jacintho). A Coleção Bibliofilia, organizada pelos professores Marisa…

‘Elegia Grega Arcaica – Uma Antologia’ em oferta no site da Ateliê Editorial

‘Elegia Grega Arcaica – Uma Antologia’ em oferta no site da Ateliê Editorial

Das elegias da Grécia Arcaica (séculos VIII-V a.C.) ouvimos, entre outras, as vozes de Sólon, criticando os excessos das oligarquias e pavimentando a trilha à democracia; de Tirteu, Calino e Simônides, enaltecendo homens comuns ao status de guerreiros épicos; de Arquíloco, dizendo que melhor do que ser épico é estar vivo; de Mimnermo, celebrando o mundo de Afrodite e seus prazeres; de Teógnis, mostrando as alianças, traições e afetos que agitam um mundo em transformação. Como gênero poético destacadamente versátil, a elegia nos permite conhecer os mais variados aspectos da existência do indivíduo na pólis. Elegia Grega Arcaica – Uma Antologia, edição bilíngue, …

‘Desenho Mágico – Poesia e Política em Chico Buarque’, de Adélia Bezerra de Meneses, em oferta no site da Ateliê Editorial

‘Desenho Mágico – Poesia e Política em Chico Buarque’, de Adélia Bezerra de Meneses, em oferta no site da Ateliê Editorial

Este ensaio tornou-se um clássico da bibliografia sobre Chico Buarque. A autora faz um original paralelo entre a obra do compositor e o período do regime militar. A chave de interpretação das canções não está no que o autor quis dizer ao descrever e criticar os acontecimentos sociais e políticos de seu tempo. Em vez disso, Adélia dá ênfase às fraturas e impasses de consciência que essa obra revela. Sob esse viés, são analisadas canções como Acorda Amor, Apesar de Você e Roda Viva, entre outras. (Acesse aqui). Adélia Bezerra de Meneses, doutora pela USP em Teoria Literária, lecionou Literatura Brasileira na Technische Universität de…

‘O Ateneu’, de Raul Pompeia, do Clássicos Ateliê, em oferta no site

‘O Ateneu’, de Raul Pompeia, do Clássicos Ateliê, em oferta no site

Lançada em 1888, esta é uma penetrante manifestação do espírito realista. O narrador-protagonista Sérgio recompõe o passado como forma de entender as próprias angústias. Nas lembranças de quando era aluno de um colégio interno, emergem as linhas de força que simbolizam a sociedade brasileira no Segundo Reinado. O autor mescla digressões poéticas, descrições satíricas, devaneios líricos e crítica social. A apresentação é de Emília Amaral, professora de Literatura e Doutora pela Unicamp. Acesse aqui. As edições da Coleção Clássicos Ateliê, publicadas pela editora, são ilustradas e se propõem a revisitar os cânones da literatura de língua portuguesa, adicionando comentários de…

Ateliê Editorial publica ‘A Bíblia do Proletariado – Tradutores e Editores de O Capital no Mundo Hispanofalante’, de Horacio Tarcus, que faz parte da coleção 100 Anos de Revolução Russa

Ateliê Editorial publica ‘A Bíblia do Proletariado – Tradutores e Editores de O Capital no Mundo Hispanofalante’, de Horacio Tarcus, que faz parte da coleção 100 Anos de Revolução Russa

Ateliê Editorial dá continuidade na Coleção 100 Anos de Revolução Russa com a publicação da obra A Bíblia do Proletariado – Tradutores e Editores de O Capital no Mundo Hispanofalante, do historiador argentino Horacio Tarcus. A obra está em promoção no site da editora: De: R$64,00 – Por: R$44,80. Para comprar, acesse aqui. o livro conta com um prefácio de Lincoln Secco, capa de Gustavo Piqueira / Casa Rex, e tradução de  Luccas Eduardo Maldonado. Dividido em cinco capítulos, A Bíblia do Proletariado aborda a linha do tempo das primeiras traduções de O Capital para o espanhol, assim como o alcance das cópias para os leitores latinos. Tarcus também analisa…

‘Fetichismos Visuais – Corpos Erópticos e Metrópole Comunicacional’ (3ª edição), de Massimo Canevacci, em promoção no site

‘Fetichismos Visuais – Corpos Erópticos e Metrópole Comunicacional’ (3ª edição), de Massimo Canevacci, em promoção no site

De volta ao catálogo da Ateliê Editorial a terceira edição da obra Fetichismos Visuais – Corpos Erópticos e Metrópole Comunicacional, de Massimo Canevacci. O título faz parte da Coleção Azul. O livro está em oferta no site: De: R$78,00 R$54,60 (clique aqui). O antropólogo italiano Massimo Canevacci rediscute o conceito marxiano de Fetisch para compreender as contradições da cidade contemporânea. A alteração das relações entre seres humanos e mercadorias envolve fetichismos visuais disseminados, sobretudo, pela tecnologia digital. Esse novo estilo de vida mistura publicidade, moda, música, arte e design – não mais mercadorias clássicas. Isso exige, então, uma “metodologia estupefata”, polifônica, que dê conta das mutações na metrópole comunicacional. Massimo…

‘Mulheres de Passagem’, de M. A. Amaral Rezende, em promoção no site da Ateliê Editorial

‘Mulheres de Passagem’, de M. A. Amaral Rezende, em promoção no site da Ateliê Editorial

Nesta coletânea de contos e vinhetas, M. A. Amaral Rezende metaboliza em literatura a difundida prática masculina da observação, cobiça e conquista do corpo da mulher. Uma prática ancestral que precede ou mesmo dispensa o amor, mas que não deixa de ser profundamente amorosa em sua devoção à beleza e ao arrebatamento que ela produz. Acesse aqui. Estas Mulheres de Passagem desfilam diante dos olhos do narrador, seja em sua mirada direta de caçador de praia, seja nas lentes da câmera fotográfica com que ele atrai sua caça. Mas quem se apaixona é o leitor, convidado a desejá-las, tocá-las, tê-las…

‘Silêncios no Escuro’, de Maria Viana, em promoção no site da Ateliê Editorial

‘Silêncios no Escuro’, de Maria Viana, em promoção no site da Ateliê Editorial

Há livros que se leem num fôlego só, sob a pena de se perder o fio da meada. Mas qual seria o fio da meada de Silêncios no Escuro? O silêncio… sussurra o vento. A vida, murmura uma luzinha baça, teimando no fundo do corredor. A morte. Responde, sem piedade, um estalido da porta. A escrita de Maria Viana é poderosa. Ela faz com que as coisas que estão ao nosso redor se movam e nos deixa mudos, perplexos diante da vida que desfila, silenciosa, nas páginas deste livro. Acesse aqui. Maria Viana é mineira mas mora em São Paulo. Mestre em…