Em março, lançamento e sessão de autógrafos da obra ‘Bibliodiversidade e Preço do Livro’ na Livraria da Tarde

A Ateliê Editorial e a Livraria da Tarde realizam o lançamento e sessão de autógrafos da obra Bibliodiversidade e Preço do Livro, organizada pela professora e pesquisadora Marisa Midori Deaecto, com a colaboração de Patricia Sorel e Livia Kalil. O evento acontece na quarta-feira (9/3), a partir das 18h, na Livraria da Tarde (R. Cônego Eugênio Leite, 956 – Pinheiros, São Paulo – SP). A obra já está à venda no site da editora (acesse aqui).

Lei Lang, na França. Lei do Preço Único ou Lei do Preço Fixo, em diversas partes do mundo. No Brasil, Lei Cortez. E – por que não? – Lei da Bibliodiversidade. A proposta se dirige a quem compreenda o significado profundo de uma política de regulação do preço do livro, no momento em que o e-commerce se insinua com todas as suas artimanhas sobre os consumidores do planeta. Uma medida salvacionista? Sem dúvida! Uma lei que pressupõe a regulação do preço do livro se destina, certamente, a salvar hábitos tão antiquados quanto os de comprar livros em livrarias, ou de ler em códices impressos. Mas, acima de tudo, a medida deve ser recebida como um gesto de reverência à bibliodiversidade, o que pressupõe a luta pela sobrevivência dos diferentes suportes e tecnologias de leitura, tanto quanto dos profissionais e dos leitores que participam da cadeia do livro e da cultura escrita, de modo mais abrangente.

Participam do livro Adalberto Ribeiro, Alexandre Martins Fontes, Ana Elisa Ribeiro, Bernardo Gurbanov, Gustavo Piqueira, Haroldo Ceravolo Sereza, Igor Venceslau, Jack Lang, Jean Paul Prates, Jean-Guy Boin, Jean-Yves Mollier, João Varella, Larissa Mundim, Lívia Kalil, Marcus Teles, Marília de Araujo Barcellos, Marisa Midori Deaecto, Nicolas Roche, Nuno Medeiros, Patricia Sorel, Paulo Verano, Ricardo Borges, Rui Campos e Vitor Tavares.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.