Dia da Tipografia na Ateliê Editorial

O dia 5 de janeiro é oficialmente a data em que a primeira tipografia entrou em execução no Brasil. Com a vinda de D. João VI e da família Real Portuguesa, houve grande mobilização na colônia para abrigar a corte portuguesa. É de 1808 o alvará que pôs em funcionamento o Banco do Brasil para a monarquia poder movimentar recursos para se manter. Os portos brasileiros foram abertos e surgiu a Biblioteca Real (futura Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro). Até então, fábricas eram proibidas na colônia. D. João assinou o alvará permitindo que fábricas pudessem funcionar. Foi então fundada, no Rio de Janeiro, em 5 de janeiro, a “Imprensa Régia”. Nesse momento a informação começaria a circular, a princípio nas mãos da corte. Logo viria o primeiro jornal, “A Gazeta do Rio de Janeiro”, divulgando toda a informação oficial.

Tipografia significa a “impressão dos tipos”, nome mais comum para fontes de letras. Contudo, atualmente este é o nome dado ao estudo, criação e aplicação de caracteres, estilos, formatos e disposição visual de palavras. Todas as peças de design que possuem textos utilizam a tipografia para definir em qual formato e estilo as palavras irão aparecer. Além disso, a tipografia é a base da comunicação verbal. Por isso, é preciso bastante cautela na hora de trabalhar com o texto, que precisa estar de acordo com a mensagem transmitida e com os demais elementos gráficos e precisa ser legível.

Conheça as obras da Ateliê Editorial que tem a tipografia como tema:

Produção Gráfica para Designers

Produção Gráfica para Designers é um guia essencial para designers gráficos de todos os níveis de experiência, focado na pré-impressão e em como preparar arquivos destinados à impressão nos principais softwares gráficos do mercado. Ele explica como tratar imagens, ajustar trapping e fazer a mistura das cores que serão impressas do jeito que você espera. Abrange digitalização e resolução e dá dicas técnicas para garantir a qualidade de impressão de cada imagem. Há também uma lista de verificação que pode ser usada na hora de enviar um trabalho para a gráfica e um glossário muito útil. (CLIQUE AQUI).

Forma do Livro – Ensaios Sobre Tipografia e Estética do Livro

Com texto introdutório de Robert Bringhurst, A Forma do Livro traz ensaios que o renomado tipógrafo e designer alemão Jan Tschichold escreveu entre 1937 e 1974. Aborda, de maneira didática, os vários aspectos da composição tipográfica: página e mancha, parágrafos, grifos, entrelinhamento, tipologias, formatos e papéis, entre outros. Aliando precisão técnica e reflexão estética, Tschichold aposta no respeito pelo texto e no cálculo das proporções para conquistar a harmonia do conjunto. (CLIQUE AQUI).

Paratextos Editoriais

Gérard Genette faz neste livro um longo ensaio sobre o paratexto do texto literário: apresentação editorial, nome do autor, títulos, dedicatórias, epígrafes, prefácios, notas, entrevistas e debates sobre o livro, entre outros. Esse aparato, muitas vezes visível demais para ser percebido, pode atuar sem que seu destinatário o saiba. Genette procura, portanto, estimular o leitor a examinar mais de perto aquilo que, às escondidas e com tanta frequência, regula nossas leituras. (CLIQUE AQUI).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *