AS PALAVRAS E A FELICIDADE, por Marcelo Musa Cavallari

Em 2015, uma prestigiosa editora com a qual eu havia feito duas parcerias bem-sucedidas me convidou para discutir novos projetos de “livros de religião”. Como sou católico praticante desde os 22 anos e gosto de estudar a doutrina e a história do catolicismo, acharam que eu poderia ter ideias úteis. (Marcelo Musa Cavallari na Revista Piauí.)

LEIA A MATÉRIA NA ÍNTEGRA AQUI

Os Evangelhos – Uma Tradução

Esta nova tradução dos Evangelhos procura trazer ao frescor de um português literário contemporâneo a “surpresa e o encantamento” da leitura do original grego, como diz o próprio tradutor em sua apresentação. Algo obliterados por dois mil anos de uso como Escritura Sagrada dos cristãos, os quatro textos “conturbados, perigosos, áridos e difíceis” aparecem aqui no vigor de suas diferentes estratégias literárias. Textos que fundaram, no seio da cultura clássica do Mediterrâneo conturbadamente habitado por gregos, romanos, judeus, um gênero que só eles mesmos ocupam e fundaram o cristianismo e o Ocidente. Sem as divisões em capítulos e versículos, mais de mil anos posteriores aos textos, as versões de Mateus, Marcos, Lucas e João podem ser lidas como aquilo que foram escritas para ser: uma narrativa contínua da vida e dos ditos de Jesus de Nazaré. A proposta de uma tradução dos Evangelhos com esmero literário em edição bilíngue é uma iniciativa da Ateliê Editorial e da Editora Mnema. A amplitude da introdução, a profundidade das notas e comentários buscam esclarecer as escolhas da tradução, que nunca serão definitivas e infalíveis, e, por isso mesmo, sempre justificam uma nova edição dos Evangelhos em português.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *