Tag Archive for semana da poesia

o silêncio tange o sino, de Mariana Botelho

.

Estudos sobre o silêncio
.
I
.
ficamos imóveis
diante do imenso
pássaro de pedra:
.
silêncio
.
sólido impassível belo
.
falamos
e ele assume-se leve
ave emplumada
.
num vôo de morte
.
II
.
n’algumas coisas o silêncio
canta
.
n’outras arde
.
em mim
.
III
.
no fundo da noite
o silêncio
canta
.
tarde
o escuro morre
ele agita a carne
morna e
voa –
.
essa ave
nua
.
Mariana Botelho
.
Esta semana os livros de poesia estão com 30% de desconto. Acesse aqui
.

Poema do livro Memória Futura, de Paulo Franchetti

Memória Futura

Os dias são longos.

Como flores abertas,

Suportam a desatenção.

O sangue negro da madrugada

Empapa as paredes, desce

Sobre o rosto horizontal.

Barulho de asas.

Ave noturna sobre a presa.

Roçar das patas, aranhas,

Cães distantes, gatos, galos.

O corpo empurra

As mesmas palavras.

Elas vão e voltam,

Até que tudo afunde

No aquoso buraco vigilante das pupilas,

Na hora sombria

Da noite que termina.

.

Paulo Franchetti

do livro Memória Futura

.

Esta semana os livros de poesia estão com 30% de desconto. Acesse aqui

.

Pedra de Tinta

Duplo Canto e Outros Poemas

Esmeralda-azul anil

Ouro-vermelho-laranja

.

Que são as cores da luz

Como as cores da matéria

.

Que são esponsais sem nome

Seja da carne ou do sangue

.

Paixão breve duma noite

Que queimou entre olho-mão

.

Laranja-vermelho-ouro

Azul anil-esmeralda

.

Arco-íris retornado

À sua nuvem de origem

.

Que dizer sabe e só ele

Em sonho o sabor sem-cor

.

Dizer sabe em preto-branco

O indizível ponto cinza

.

François Cheng

do livro Duplo Canto e Outros Poemas

Tradução de Bruno Palma

.