Tag Archive for Mario Higa

Versos de Cesário Verde são decisivos para a moderna literatura portuguesa

Livro: Poemas Reunidos, de Cesário Verdepor Alcir Pécora | especial para a Folha

Em edição escolar bem anotada e comentada por Mario Higa, a Ateliê acaba de lançar Poemas Reunidos, do português Cesário Verde (1855-1886).
Toma por base a primeira edição de O Livro de Cesário Verde (1887).
São 22 poemas, na maioria quadras ou quintilhas, com decassílabos ou alexandrinos heroicos, de rimas cruzadas. Todos excelentes. Ao menos dois, decisivos para a moderna poesia portuguesa: “Sentimento dum Ocidental” e “Nós”.
A edição inclui outros 18 poemas de Cesário Verde, segundo a edição de 1988 da “Obra Completa”, estabelecida por Joel Serrão. Constata-se, a cada leitura deles, que a lírica moderna realmente “entra por todos os poros”, como pregava Álvaro de Campos na “Ode Marítima”.
O mais perceptível desses poros é a paráfrase irônica do ideário romântico. Por exemplo, a típica “femme fatale” é ameaçada pelo poeta impaciente com a vingança dos “povos humilhados”; ou é contraposta à feiura de uma “velhinha suja” que o aborda a pedir cigarro.