Daily Archives: 23/03/2020

Livro: sua melhor companhia

Em tempos do isolamento imposto pela pandemia de coronavírus, muita gente se sente sozinha. Afinal, o contato social presencial fica restrito às pessoas que moram na sua casa e a melancolia pode tomar conta, especialmente nas famílias pequenas ou nos lares de pessoas sozinhas.

Há quem busque refúgio na rede social, há quem organize encontros virtuais por teleconferência, há quem tenha (re)descoberto o hábito de telefonar todos os dias para um parente ou amigo querido.  Independente de como você escolheu passar essa quarentena, certamente algo que não pode faltar para que possamos suportar esse momento é a cultura. Afinal, como ensina Nietzsche: “A arte existe para que a realidade não nos destrua”.

Para ajudar você a atravessar esse período, fizemos uma seleção de livros de leitura leve, interessante e enriquecedora:

50 Tons da Vida (Roberto Livianu) – As crônicas falam das miudezas do cotidiano, sobre a experiência profissional do autor, corrupção e sobre amor. Livianu prende o leitor desde a primeira linha, com sensibilidade e humanismo. Além disso, sua palavra é extremamente descritiva, fazendo com que aquele que a lê sinta as sensações e veja as cores mostradas vivamente nas crônicas. Um convite estimulante e instigante.

Contos do Divã (Sylvia Loeb) – O que há de literatura numa sessão de psicanálise? Entre quatro paredes, dois sujeitos enfrentam palavras e silêncios, revelações e resistências, tramas de desejo, sofrimento e angústia. São histórias assim que a psicanalista Sylvia Loeb relata em Contos do Divã. No sentido inverso dos textos técnicos, a autora optou pela ficção como forma de capturar o assombro e os impasses que pontuam esse encontro. 

Somente nos Cinemas (Jorge Ialanji Filholini) – Os contos misturam a vida, a literatura e o cinema, paixões de quem ama cultura e arte. E mais: em sua escrita, o autor de certa forma mimetiza e homenageia o cinema, deixando a prosa saborosa e instigante para os amantes da sétima arte.

Velhos Amigos (Ecléa Bosi) – Uma abordagem literária sobre o tema da memória individual e coletiva no Brasil. Aqui, lembranças reais de velhos operários, imigrantes e outros personagens anônimos da vida brasileira estão organizadas em pequenas narrativas entre o conto, o poema e a crônica, para serem lidas por jovens, crianças, adultos e velhos.

Cinematografia (Paulo Lopes Lourenço) – As imagens presentes nos 90 poemas de Paulo Lopes Lourenço reunidos neste livro criam narrativas a partir desse conceito. “Estes poemas poderiam ser fotogramas, fabricados visuais ou instalações. E embora contenham, também, uma experiência narrativa precisa e oculta, eles são a minha coleção particular e pessoal de curtas metragens”, afirma o autor.

Geometrias de Cosmos (Rodrigo Suzuki Cintra) – Primeiro volume da série “A Trilogia da Invisibilidade”, livro de Rodrigo Suzuki Cintra reúne poemas que são metáforas da invisibilidade, criando, nas palavras do autor, sentimentos e percepções que estão por trás das palavras. 

O Retorno De Bennu (Majela Collares) – Bennu corresponde à Fênix mitológica. “Foi o grito da ave Bennu na criação do mundo que marcou o início dos tempos”, explica o autor. A obra traz ao leitor poesia em prosa, aforismos, versos livres e uma poesia caudalosa, que inspira o leitor.