Crítica

Reynaldo Damazio | Guia da Folha  | 28 de Junho de 2014 |Pág. 08

5820

Escritores, Gatos e  Teologia

O titulo sugestivo do livro pode induzir o leitor a dois tipos de erros. Primeiro, achar que se trata de um livro com viés  religioso. Segundo, que o livro mistura alhos com bugalhos.Nada disso.

Os ensaios literários de Waldecy Tenório, professor de graduação e pós-graduação  na PUC-SP, são refinados , inteligentes e sedutores. Partem da figura enigmática do felino na poesia para chegar a ideia de transcendência, ou de que “a literatura tornou-se testemunha da raiz teológica dos problemas humanos, como se pode constatar em críticos da estatura de Octavio Paz ou George Steiner.”

Já que este resenhista não crê em transcendência, vale acompanhar o esforço do autor em “preservar o sagrado como uma categoria da sensibilidade” especialmente em Heidegger, Hilda Hist e João Cabral (Reynaldo Damazio)

 

 

 

Escritores, Gatos e  Teologia

Autor: Waldecy Tenório

Editora: Ateliê

Quanto: R$ 39 (240 págs.)

Avaliação: Bom

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *